segunda-feira, fevereiro 01, 2016

OS CHEIROS E OS SABORES



Deixa
que te fale dos cheiros da noite
E dos sabores também
Rende-te... Flutua...
Deixa que sonhe em ti...
E quando acordares amanhã,
revive-a
Intensamente...

DA PÁGINA DISCOVER ART

5 comentários:

Graça Pires disse...

Os cheiros e os sabores da noite. Como esquecê-los se são intensos? Como não os reviver se ficaram pegados à pele?
Muito belo, Marta.
Um beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

como esquecer?
há cheiros que se entranham, não apenas uma noite, mas uma vida inteira.
que belíssimo poema!
boa semana.
beijo
:)

Sofá Amarelo disse...

Os cheiros da noite são muito diferentes dos cheiros de dia, porque os aromas da noite são os verdadeiros aromas da vida... e os sabores da vida são para flutuar r viver intensamente...

Daniel Costa disse...

Marta, os cheiros da noite revertem sempre em favor de bonita poesia.

Beijos

Ailime disse...

Boa noite Marta,
Magnifico poema!
Os cheiros e os sabores que se eternizam!
Beijinhos,
Ailime