segunda-feira, maio 16, 2016

AUSÊNCIA




Gosto
de falar de ti...
De como o teu cheiro,
mesmo na tua ausência,
se insinua em mim...




DE CARRIE VIELLE

6 comentários:

Graça Pires disse...

Um belíssimo poema de amor. Com aroma e prazer.
Um beijo, Marta.

Sofá Amarelo disse...

O cheiro fica sempre... quando é insinuante e se perpetua na memória...

Agostinho disse...

A sobriedade do poema feito,
perfeito na ficção da paixão.
Com um odor distinto,
restrito, perceptivelmente
na face e no verso.
É poema que chama
insinuante.

Bj.

Mar Arável disse...

Belos aromas inscritos nas suas palavras

© Piedade Araújo Sol disse...

palavras curtas e cheias de paixão....

:)

Ailime disse...

Boa noite Marta,
Um poema impregnado de amor.
Magnifico!
Beijinhos,
Ailime