quinta-feira, junho 16, 2016

CLAREZA



Que não se escondam os sonhos
Os meus
Os de qualquer outra pessoa

Que não se cale a voz
Seja de revolta ou de júbilo

Que se fale bem alto
para que todos escutem

A clareza e a sabedoria das palavras...



"SHAPES" DE SERGIO BONDIONI

5 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Nem os sonhos, nem as vozes e muito menos a sabedoria dos gestos e das atitudes...

Jaime Portela disse...

Somos seres livres.
Por isso, não precisamos de esconder nada, a menos que seja conveniente...
Belo poema, gostei imenso, minha querida amiga.
Marta, tem um bom resto de semana.
Beijo.

Ailime disse...

Bom dia Marta,
Magnífico poema.
Sou pela transparência.
Beijinhos e bom fim de semana.
Ailime

Agostinho disse...

Mas são os sussurrados que se ouvem cristalinos, isentos de grãos de mácula.
(Short is very nice, Marta)
Bj

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Jamais os sonhos devem ficarem ocultos, que possa gritar a sua liberdade sempre.