domingo, junho 12, 2016

O "DEPOIS"



De que te fala a pele
no depois?
No silêncio sensual
que desce sobre os corpos...
Depois do que foi dito,
no que fica ainda por dizer...
Responde-me...
O que confessa a minha pele
quando se declara tua?



DA PÁGINA "DISCOVER ART"

6 comentários:

Carmem Grinheiro disse...

Há-de falar os segredos só permitidos ao toque...

Graça Pires disse...

Depois, a pele falará da cumplicidade das mãos e dos lábios e da vertigem da paixão...
Muito belo, Marta.
Um beijo.

Sofá Amarelo disse...

A pele não engana... depois do "depois" a pele fica mais macia, mais sensual e mais silenciosa, porque é nos silêncios dos corpos que a pele se confessa...

Agostinho disse...

Gostei do teu poema.

No depois,
na retracçao dos poros,
no amor,
escapam-se palavras mudas?
Não é grave,
se não houver estridências agudas,
nem deformidade de Volkmann
a prender a pele.
Liberdade!
Livrai-nos Senhor de garras!

Bj

© Piedade Araújo Sol disse...

no depois...por vezes ficar calado é uma continuação do momento ...

muito belo.

:)

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Tem coisas da vida que se esconde no silêncio da alma...