quarta-feira, janeiro 11, 2017

ESCRITO NA AREIA





Este é o poema que escrevi na areia...
Alguém o lerá e saberá onde me encontrar
Aqui, a perseguir as ondas...
A ser absurdamente feliz...



FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

5 comentários:

Sofá Amarelo disse...

A areia tem uma vantagem: é macia, moldável, geralmente suave ao toque e está relacionada com coisas... felizes. Por isso, que se escrevam todos os poemas na arei, mesmo que as ondas os venham ler e apagar...

Jaime Portela disse...

A felicidade pode ser encontrada nas pequenas coisas.
Belas palavras, gostei imenso.
Bom fim de semana, querida amiga Marta.
Beijo.

Emília Pinto disse...

A olhar o mar, a perseguir o movimento das ondas, temos momentos de grande felicidade, assim como a observar outros encantos da natureza. Pena que façamos isso tão raramente! Escrever poemas de amor é sempre bom, mesmo que seja na areia onde facilmente serão levados para o mar; o mar,esse, rapidamente o retornará à areia, com suavidade ou raivoso; isso dependerá da maré, exactamente como nós...tudo depende do nosso estado de espirito, da nossa maré. Lindo, Marta! Beijinhos e um bom fim de semana
Emilia

© Piedade Araújo Sol disse...

e por vezes os pequenos detalhes fazem-nos tão felizes....

gostei muito ...

bom domingo

beijinhos

:)

Ailime disse...

Bom dia Marta,
Tão lindo este poema manuscrito na areia em que a felicidade existe nem que seja por breves instantes.
Beijinhos,
Ailime