terça-feira, fevereiro 21, 2017

ROSA



Rosa...

Sou um mistério de beleza e de aromas
Escrevo-me no olhar
e decifro-me na pele...

E depois?
 
Desapareço discretamente
num rastro de pétalas envelhecidas...


"ROSICA" MARK ASHNAZI

5 comentários:

Manuel Luis disse...

O mais belo dura somente um instante.
Bjs

Sofá Amarelo disse...

Qualquer Rosa será sempre um mistério... pois cada pétala guarda em si o aroma da Vida e das sensações... é por isso que qualquer Rosa se escreve no olhar e se decifra na pele...

Jaime Portela disse...

É isso que acontece ao que tem vida...
Magnífico poema, gostei imenso.
Continuação de boa semana e bom Carnaval, querida amiga Marta.
Beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

e envelhece, como tudo o que tem vida.
curto e bonito.
bom fim-de-semana.
beijo
:)

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Muito belo este poema.
Como a rosa... assim somos nós!
Beijinhos,
Ailime