sexta-feira, junho 02, 2017

PORTA DOS SONHOS



Não sei
de que lado sopra o Vento
Ou porque sopra tão forte…
Sei apenas que ele me empurra,
afasta-me dos caminhos
que percorro sem que
nada de novo descubra...
Peço-lhe... então,
que me abra a porta dos sonhos
e deixe a minha alma descansar…


" RISE" SILAS TOBALL

4 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

quando queremos a porta dos sonhos está sempre aberta
belo poema
bom final de semana.
beijinhos
:)

Graça Pires disse...

Se o vento abrir a porta dos sonhos, então que sopre forte, Marta...
Uma boa semana.
Um beijo.

Sofá Amarelo disse...

O Vento quase sempre sopra do Norte mas que importa isso desde que ele abra a porta dos sonhos?

Emília Pinto disse...

E o vento sopra ao jeito que quiser e nós temos de seguir caminho, sem que ele se incomode com o rumo que queremos tomar; é livre, o vento, mas nós. ...nem sempre! Costumo dizer que a vida manda muito, mas o vento também. Sonhemos livremente, pois disso... nem o vento nos pode impedir. Lindo, como sempre, Marta. Beijinhos e uma semana com bos sonhos.
Emilia