segunda-feira, maio 14, 2018

SARJETA



Este é um poema triste…
Não me perguntem porquê
Porque não sei...
Não sei como explicar
esta vontade de querer
desaparecer na sarjeta
como se fosse uma gota de chuva...


IMAGEM DE DORINA COSTRAS

6 comentários:

Daniela Branco disse...

Boa tarde!
Tudo menos sargeta! Triste.
Mas gostei

Bjinhos

Cidália Ferreira disse...

Profundo!

Beijo e uma excelente semana

Larissa Santos disse...

melancólico mas lindo!

Hoje:- Sonhei...Com uma rosa prometida.

Bjos
Votos de uma óptima terça-Feira

Manuel Veiga disse...

dorido teu poema, sim
e no entanto belo
beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

estados de alma
doridos

:(

Sofá Amarelo disse...

Sem tristeza não existiria poesia.... os poemas são quase sempre tristes porque eles revelam a dor da alma...