terça-feira, outubro 02, 2007

IMPRESSÃO

....
Da margem do sonho
e do outro lado do mar
alguém me estremece
sem me alcançar
Um bafo de desejo
chega, vago, até mim.
Perfume delido
de impossível jasmim.
.....
Chamamento (excerto) - Luísa Dacosta

O meu comentário??
Às vezes, fica-se apenas com uma impressão...
Nada mais há a dizer, a fazer, a sonhar...
Enfrenta-se a dura realidade - a tristeza...
Aprende-se a viver, a disfarçar essa tristeza....
Impossível de esquecer....
Porque aí se enraíza,
infiltra-se e morre lentamente.....
Ou deixa-nos viver,
sempre com essa mágoa....
Um sonho que foi apenas um sonho..................

4 comentários:

Jasmim disse...

é o que faço todos os dias: enfrento a dura realidade e tento disfarçar a tristeza.
boa noite

Sol da meia noite disse...

Às vezes, inventamos os sonhos...
Criamos as ilusões...
Corremos atrás do sofrimento...

Deixo beijinhos!!!

Maria Clarinda disse...

"Aprende-se a viver, a disfarçar essa tristeza....
Impossível de esquecer....
Porque aí se enraíza,
infiltra-se e morre lentamente....."

E assim vamos....aprendo a viver com tdo aquilo que por vezes tanto nos doi.
Adorei o teu post.
Jinhos

carla granja disse...

um poema tao curto e tão belo e k ao mesmo tempo tanto têm para nos contar e encantar.
hje tenho um misterio bem suave:) se kiseres vêm dar uma olhada:)
bjo
carla granja