segunda-feira, fevereiro 11, 2008

ACONTECE

Razão de Ser

Escrevo.
E pronto.
Escrevo porque preciso,
Preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?




Paulo Leminski



O meu comentário???


Simplesmente....

Porque faz parte de mim....

Escutem-me.....

Expliquem-me os sentidos....

Falem-me sobre os desejos....

Expulsem a vergonha e o que não fica bem....

A vontade de ficar encantada....perder horas a divagar...

Com os beijos do mar...

As horas mágicas do pôr-do-sol....

As montanhas vestidas de azul.........

Nada há a explicar afinal....

Simplesmente acontece...................

5 comentários:

Sol da meia noite disse...

Escrever, é deixar o pensamento voar, pelo branco duma folha de papel...
Explicações para quê?
Seguir o que se sente, do modo que se sente, no momento que se sente...

Beijinhos

FM disse...

Explicar para quê e porquê...?
Escrever e PONTO.
Quem não quiser que não leia...
Beijos com Essências.

Alexandre disse...

Também eu escrevo às horas mais despropositadas. É assim... escrevo porque ... SIM!

tufa tau disse...

escrevo porque é assim
escrevo de lápis na mão
escrevo tanto de mim
escrevo sim
escrevo não
escrevo se estou na cama
deixo as palavras no ar
quantas vezes me levanto
e as ando a apanhar
escrevo com barulho à volta
com a música a tocar
nem sempre na hora certa
e não consigo parar
se me falam eu não oiço
não quero perder pitada
é quando vou no baloiço
da palavra desenhada
pois o porquê eu não sei!
é porque sim, porque não
mesmo sem lápis, sem lei
escrevo do coração


beijo

FM disse...

És uma simpatia, obrigado pelo Carinho.
Beijos.