quinta-feira, agosto 07, 2008

COM A VIDA

Rosa branca ao peito



Teu corpinho adolescente cheira a princípio do mundo.
Ainda está por soprar a brisa que há-de agitar a tua seara.
Ainda está por romper a seara que há-de rasgar o teu solo fecundo.
Ainda está por arrotear o solo que há-de sorver a água clara.
Ainda está por ascender a nuvem que há-de chover a tua chuva.
Ainda está por arder o sol que há-de evaporar a água da tua nuvem.

Mas tudo te espera desde o princípio do mundo:
a doce brisa, a verde seara, o solo fecundo.
Tudo te espera desde o princípio de tudo:
a água clara, a fofa nuvem, o sol agudo.

Tu sabes, tu sabes tudo.
Tu és como a doce brisa, a verde seara e o solo fecundo
que sabem tudo desde o princípio do mundo.
Tu és como a água clara, a fofa nuvem e o sol agudo
que desde o princípio do mundo sabem tudo.
O teu cabelo sabe que há-de crescer
e que há-de ser louro.
As tuas lágrimas sabem que hão-de correr
nas horas de choro
Os teus peitos sabem que hão-de estremecer
no dia do riso.
O teu rosto sabe que há-de enrubescer
quando for preciso.

Quando te sentires perdida
fecha os olhos e sorri.
Não tenhas medo da Vida
que a Vida vive por si.
Tu és como a doce brisa, a verde seara e o solo fecundo
que sabem tudo desde o princípio do mundo.
tu és como a água clara, a fofa nuvem e o sol agudo.
A tua inocência sabe tudo.




António Gedeão




O meu comentário???




Viver...com letra grande...




Sem medo...




Algumas lágrimas, mas sobretudo com risos....




Transparente...colorido....




Alma....paixão...garra.....




Uma tela em branco..........




Para preencher com esperança....




Com determinação.....




Ás vezes....hesitar, vacilar...




Foge-nos com o Tempo....




Com a Vida.....


4 comentários:

Sol da meia noite disse...

Tudo vem a acontecer no momento certo.
Porque tudo existe para que assim seja.

Bjs * *

Catarina disse...

Vim até aqui nem sei como...
E estou feliz de ter chegado e ter encontrado este poema lindo, esta escolha excelente, Parabéns memso pelo blog, vou dar uma vista de olhos por aqui :)

daniel disse...

Marta

Estás no teu ciclo António Gedeão e aproveito a reler poemas. Depois vejo como te comportas com grandes vultos da literatura. Aprecio!...
Daniel

Alvaro Gonçalves disse...

Marta, meu doce anjo,

Me desculpa a ausência, mas não me esqueci de ti, nem de ninguém, apenas estou um pouco ausente daqui devido a ter um grande amigo, uma pessoa muito especial muito mal e algo me tem feito sentir que esta é mais a hora de com ele estar, pois pode bem ser a última, me desculpa meu anjo mesmo a ausencia, espero que te sintas um pouco melhor.
Irei aumentar minhas orações e pedidos a meus anjos para que de ti também cuidem, e estarei enviando-te energias positivas sempre e quando de mim precisares, fecha os olhos e sente-me aí bem ao teu lado te estendendo os braços para te abraçar fortemente e acarinhar.
Te amo meu doce anjo.
Beijos e cuida-te, tem força e fé em ti mesma, pois de tudo és capaz para vencer qualquer batalha que se tenha atravessado em teu caminho e não te esqueças que a cada passo que deres eu estarei aí sempre contigo.
Que a paz e o amor de todos os anjos estejam e permaneçam sempre contigo.
Beijos de luz