terça-feira, outubro 28, 2008

PALAVRAS POLIDAS

Dai-me uma palavra

lisa e sedosa

como um seixo


Flor Campino
(Livro "Pérolas de Vidro")



O meu comentário???



Para que tudo me soe doce....



Para que tudo o que sinto......



Deslize pela pele como seda...



Seja um sussuro, um retrato de amor...



Me faça esquecer que as palavras podem ser afiadas...



Pesadas, ofensivas....



Sem o vaivém do mar para as polir.....

5 comentários:

BC disse...

Três versos apenas e que doçura!!!
Bjs

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Marta, pequeno o teu poema , mas deu alegria ao meu coração...Grata por isso... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Mustafa Şenalp disse...

Çok güzel site. :)

Sol da meia noite disse...

Na pureza, na simplicidade de uma palavra, o sentido de tudo...
Essa é a palavra que desliza, chegando à alma.

Beijinho *
:-)

Só Eu disse...

Gosto desta mulher! "Aperta as palavras" de forma brilhante. Muito boa escolha. Não a conhecia mas andei a vasculhar e já sei mais sobre ela.
O teu comentário, preciso dizer que gosto?
Beijinhos