segunda-feira, dezembro 01, 2008

DEI-TO

Prometo



Prometo buscar o amor dentro do seu coração,



Prometo cultivá-lo,



Prometo lhe dar consolo quando precisar.



Prometo te amar,



Fazer dos problemas



Momento insignificantes.



Prometo te dar apoio,



Compreensão.



Te prometo acima de tudo



A minha amizade.



Prometo estar sempre do seu lado.



Prometo encontrar seus sorrisos



E enxugar suas lágrimas.



Prometo ficar acordada



Velando por teu sono.



Prometo que vou buscar todas



As formas para lhe fazer feliz.



Prometo que as estrelas serão suas



E a lua será nossa...



São milhões de promessas



De um Verdadeiro Amor sem limites,



Que jamais terá fim"PROMETO..."






Autor desconhecido






O meu comentário???


Não prometas...


A luz das estrelas....


Dá-me o teu sorriso....


Olha para mim e faz-me suspirar....


Não tentes encontrar o amor no meu coração...


Vive-o....


Deixa-mo viver....


Em ti...


Nada me prometas....


Dá-me....


Eu dei-to.....


Amo-te.....




6 comentários:

tufa tau disse...

eu só quero amor sem promessas
elas que se incumprem
quero verdades que não se comprem
eu quero um amor sem pressas
para o fazer chegar até ao fim do mundo


beijo, marta

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Marta, tão belo o poema mas o teu comentário tocou o meu coração!..."Dá-me...
Eu dei-te...
Amo-te..."
S U B L M E ... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

A. Jorge disse...

Um comentário que, como sempre, não podia ter sido mais feliz!

Beijos

Jorge

Nilson Barcelli disse...

As tuas palavras são belas cara amiga, a sensualidade habita-as nas linhas e nas entrelinhas...
Gostei muito, parabéns.
Beijinhos.

daniel milagre disse...

Marta

Muitas promessas, naturalmente o anónimo, fez um poema jocoso, só pode.Tu foste muito simples e linear, não será mesmo o sorriso, a maior dádiva, a promessa por excelência?
Beijinho,
Daniel

PreDatado disse...

O prometido é devido. Temos sempre que ter muita atenção ás promessas que fazemos.