segunda-feira, janeiro 05, 2009

Daqui, donde te chamo

Daqui, donde te chamo,
vejo a nau que parte do teu mar
à procura do meu porto.
No porão, transportas uvas…
Do mosto fermentado
gotejará vinho tinto de paixão,
que em chamas
espalharás na minha pele,
em desalinho,
à procura do teu norte.
Espero-te na praia
onde encalham
marujos sem perícia,
onde sucumbem
cascos toscos de papel
na demanda de paragens de utopia,
mas onde aportarás
com o penhor de um estandarte
hasteado na abordagem
ao teu sol que me enlouquece.
Chamo-te…
Espero-te…
Quero despertar
na espuma quente
das ondas de vinho do teu ventre
em madrugadas de pétalas marinhas.

Poema enviado por Nilson Barcelli do blog Nimbypolis






O meu comentário????



Eu encontro-te...




Nessa praia de areia fina e branca...

Que abafa os meus passos...

......Não quero que me vejas...

....já....

Quero...

..Apenas.....

Que me sintas.....

Deixes que a paixão se desenrole.....

Como uma onda.....

Se junte à minha......



Acorde, enfim,
esse desejo e essa vontade....


E, sejamos os dois a naufragar nesse mar......


Nessa praia donde me chamaste.....


......E, onde eu sempre estarei.........

6 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Marta, belo poema...Excelente comentário...
Beijos

daniel milagre disse...

Marta

Um bom poema de Nilson Barcelli, a simbiose perfeita com o teu comentário, que também achei adequado.
Beijo,
Daniel

Nilson Barcelli disse...

Cara amiga, obrigado pelo destaque que deste a um dos meus poemas.
O teu comentário, sob a forma de poema, está bem melhor que o meu. Parabéns pela tua criatividade poética.
Beijo.

BC disse...

Nem sequer tinha olhado para os comentários.
Gostei do poema, bastante,mas o teu comentário respondeu muito bem ao mesmo, como se fosse um dueto.
Beijo
Isabel

Sol da meia noite disse...

De alguma maneira, sempre enviamos sinais para a nau que nos procura...

Poema e comentário... um primor.


Beijinho *

Sofá Amarelo disse...

Bom, do Nilson é difícil fazer comentários porque a poesia dele é perfeita!

Foi das coisas boas que encontrei na net. Bem haja ele e tu também, Marta!

O maior beijinho!!!