segunda-feira, fevereiro 09, 2009

ACEITAR

Amor






Num poço escuro



no escuro



respiro o teu rosto



tua boca



aberta em dentes



flores



coloridas dançam



sobre o meu corpo



se espalha



a água



de muitas fontes






Por um momento a



vida me aceita






Eunice Arruda (Livro "Os dias do Amor")




O meu comentário???


Ah, meu amor, respirar-te...


Deixar que o corpo dance...finalmente....


Nesse jardim secreto...

Adormecido, à espera de despertar....


O coração fechado em frágeis defesas....


Ah, meu amor, enche de cor os meus dias...


Mostra-me o caminho....


Pois não foi a vida quem não me aceitou....


Fui eu quem não a soube aceitar.....

6 comentários:

Carla disse...

e nesse jogo perdemos nós quando não deixamos a vida vencer
beijos e obrigada por me teres deixado participar no teu desafio

TristãoeIsolda disse...

Muito bonito este poema, onde respirar o amor é resgatar a vida.

Abraço

pin gente disse...

bonito, marta!
"os dias do amor" é o livro que agora foi lançado?

Nuno de Sousa disse...

Como é bom amar...
Bjs em ti,
Nuno

Menina do Rio disse...

Desde que não seja num poço escuro e sim ao sabor das noites iluminadas!

um beijo pra ti

DE-PROPOSITO disse...

'A água'
-----------
A água é fonte de vida. Sem ela, o mundo seria inóspito.
Fica bem.
E a felicidade juntinho de ti.
Um beijinho.
Manuel