terça-feira, julho 28, 2009

PERDER ESSE

Poeminha sobre o Tempo

O despertador desperta,
acorda com sono e medo;
por que a noite é tão curta
e fica tarde tão cedo?

Millôr Fernandes, in "Pif-Paf"

O meu comentário???

Porque se desperdiça o tempo, realmente?

Porque não usufruímos dele na totalidade?

Porque fica essa sensação de que falta alguma coisa?

Será o medo de não sermos perfeitos que nos tortura

e nos faz perder o tempo?

O tempo que temos para o amor....

Verdadeiro, sentido e desejado....

Que nunca se perca esse....

======================

Hoje, o "Com Amor propõe um desafio:

Poemas sobre o tempo

Vosso, do vosso poeta favorito..

Citações, pensamentos.

Tem que falar sobre o tempo obrigatoriamente...

Obrigada


8 comentários:

Paulo disse...

o tempo ... sempre o tempo a ser des.tempo na passagem dos dias.

sublime esta postagem.

. um beijo meu .
. uma boa semana .

Graça Pires disse...

"Guardado no silêncio mais espesso, o tempo faz e desfaz a vida"
Palavras da Fiama que eu gosto de citar.
Um beijo.

Romeu disse...

(Voltaire)


As paixões são como ventanias
que inflam as velas dos navios
fazendo-os navegar,
outras vezes podem fazê-los naufragar,
mas se não fossem as elas,
não haveria viagens,
nem aventuras, nem descobertas

um abraço
Romeu

Je Vois la Vie en Vert disse...

"Pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo."
Abraham Lincoln

Beijinhos

Verdinha

P.s. tornaste fã de desafios ???? ;-D

HSLO disse...

És um dos deuses mais lindos...Tempo, Tempo, Tempo.

Lindo o post viu...

abraços


Hugo de Oliveira

a magia da noite disse...

o amor suspende o tempo, com a ponta dos dedos, como se fosse um momento, como se fossem seus desejos.

entremares disse...

O Tempo é um(a) amante infiel.
Devora-nos a juventude, consome-nos os pensamentos.
Queremos que ele passe veloz e ele arrasta-se, exibindo um sorriso de desdém.
Queremos eternizar um momento... e ele foge-nos como areia por entre os dedos, alheio às nossas súplicas.

Algures no futuro ou na velhice, finalmente decide deixar-nos, como um trapo velho. E depois... recomeça tudo de novo, agarrando-se aos sonhos dos acabados de nascer.

É só o Tempo...

Cadinho RoCo disse...

Precisamos do agora para sermos o que somos.
Cadinho RoCo