quinta-feira, agosto 13, 2009

ESTAR PRESENTE

Bilhete para o Amigo Ausente

Lembrar teus carinhos induz
a ter existido um pomar
intangíveis laranjas de luz
laranjas que apetece roubar.

Teu luar de ontem na cintura
é ainda o vestido que trago
seda imaterial seda pura
de criança afogada no lago.

Os motores que entre nós aceleram
os vazios comboios do sonho
das mulheres que estão à espera
são o único luto que ponho.

Natália Correia, in "O Vinho e a Lira"

O meu comentário???

Se a tua ausência me marca...

Nunca deixarás de estar presente...

Não me esvazias os sonhos...

....nem me visto de luto...

Vivo com teu carinho, no teu riso....

Até eu própria deixar de estar presente...

5 comentários:

HSLO disse...

Lindo demais...é muito gratificante um amigo receber um bilhete desses.


abraços


Hugo

a magia da noite disse...

a presença da alma será sempre uma constante que não exige a conjugação de nenhuma variável como o corpo, ou a própria realidade. Vale por si só e é autónoma, chama-se eternidade.

FOTOS-SUSY disse...

OLA MARTA,ADORAVEL POEMA A UM AMIGO AUSENTE...

QUE TENHAS UM FINAL DE DIA FELIZ...

BEIJINHOS NO CORACAO!

SUSY

Daniel Costa disse...

Marta

Obrigado!...
Sabia lá?
Continuas com os teus comentários, muito a propósito. Uma fórmula que sempre me agradou, como voltar a encontrar-te.
Beijos,
Daniel

O outro lado do espelho disse...

Comentários que ultrapassam os poemas.

Bj