terça-feira, junho 29, 2010

O OLHAR

Compreendi que as coisas são reais
e todas diferentes umas
das outras;
Compreendi isto com os olhos,
nunca com o pensamento.
Compreender isto com o pensamento
seria achá-las todas iguais.
De Fernando Pessoa
O meu comentário???
O que é real???
Nem eu própria sei,
às vezes,
se sou real...
Se o olhar mente???
O olhar divaga,
percorre distâncias,
preenche o pensamento...
Sorri na transparência do dia,
em que tudo é irreal...
Estranhamente, os contornos da noite
é que ditam a
realidade das coisas....
Porque há o silêncio....
Que se interpreta a si próprio......

3 comentários:

VALVESTA disse...

Existe diversos tipos de silencios, e cada um tem sua enterpretação, isso depende do que vier antes dele, mas em geral o silencio da paz é meu favorito.
Beijos e linda semana pra ti,amiga marta.

Daniel Costa disse...

Marta

Meditando bem, há que ter em conta o que Fernando Pessoa escreveu em poesia: "as coisas reais são todas diferentes". Alinhante o teu comentário pelo mesmo diapasão. Achei que ambos são mesmo reais.
Beijos
Daniel

Sofá Amarelo disse...

O pensamento é liberdade e o real é a limitação. Nesta dicotomia, prefiro o ... pensamento!