quarta-feira, julho 13, 2011

EM MIM

Completas

A meu favor tenho o teu olhar
testemunhando por mim
perante juízes terríveis:
a morte, os amigos, os inimigos.

E aqueles que me assaltam
à noite na solidão do quarto
refugiam-se em fundos sítios dentro de mim
quando de manhã o teu olhar ilumina o quarto.

Protege-me com ele, com o teu olhar,
dos demónios da noite e das aflições do dia,
fala em voz alta, não deixes que adormeça,
afasta de mim o pecado da infelicidade.

Manuel António Pina,
in “Algo Parecido Com Isto, da Mesma Substância”

O meu comentário???
Amando-me...
Completando o meu sonho
e o meu desejo...
Com o teu olhar sem sombras....
Onde eu perco o medo
e aprendo a viver....
Porque, ao pé de ti,
eu volto a ter confiança...
Em todos,
no Mundo,
em mim...

5 comentários:

Paixão Lima disse...

«afasta de mim o pecado da infelicidade, amando-me...».
«Porque acredito que tudo deve ser feito com amor...».
É o milagre da Fé !

Graça Pires disse...

Um belo poema de Manuel António Pina, que tu soubeste ler com um "olhar sem sombras".
Um grande beijo, Marta.

AFRICA EM POESIA disse...

marta
Que bom passar aqui.
Um beijinho e deixo uns rabiscos,,,



AQUI E AGORA


Aqui...
A poesia...

Aqui...
A vida...

Aqui...
O Amor...

Mas...
Muitas vezes...

Aqui...
O desencanto...

Aqui...
A dor...

Aqui...
O choro...

E neste encanto...
E desencanto...

Aqui...
Com coisas boas...

Ou...
Com coisas más...

Aqui...
Sempre a certeza...

Que é muito bom...
Estar Aqui!...


LILI LARANJO

Daniel Costa disse...

Marta

Talvez mais profundo, o poema de Manuel Ant+onio Pina, mas óptima a tua "réplica".
Beijos

Machado de Carlos disse...

Ao olhar na penumbra do meu quarto, guardo a solidão. E ao olhar o sol do dia seguinte volto a sonhar e, quero me amar, refazer o sonho desvairado da noite entre os desejos e as sombras de mim.

Grande Abraço!