terça-feira, fevereiro 28, 2012

POETAS DA IMAGINAÇÃO

Sou o poeta de imaginação.

Os meus poemas sucumbem ao charme do Vento

e em breve os esqueço.



Escrevo mais e vejo-os rodopiar no tempo.

O meu tempo de criança traquina.

Pois, hoje pensei em nós.



Nós, crianças.

Ladrões, piratas na descoberta desse EU..

Esse EU maravilhoso e mágico que é a VIDA.

 POEMA DE MINHA AUTORIA
DIREITOS DE AUTOR RESERVADOS
 IMAGEM DA NET

4 comentários:

Anita de Castro disse...

O poeta imagina o poeta sonha

Um beijinho Marta

Sandra disse...

E como é bom ser de novo criança, sonhar e descobrir.
beijo

Sofá Amarelo disse...

A imaginação não tem limites e os poetas são os porta-vozes da imaginação e transportam o charme rodopiado no tempo, quando as traquinices são cúmplices da Vida!

Cadinho RoCo disse...

Tão bom depararmos com a magia que em princípio somos nós mesmos.
Cadinho RoCo