quarta-feira, setembro 18, 2013

SEMPRE COLORIDOS

Tela de Vicente Romero Redondo

Dizem que os sonhos não têm cor...
Estranho,
pois os meus são sempre coloridos...
E mudos?
Porquê mudos....
se há sempre vozes
quando deles 
(os sonhos)
me lembro?

5 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta

Os sonhos coloridos são sempre rosa. Muitas vezes mudos, mas os rosa sempre falam ao coração.
Beijos

Sofá Amarelo disse...

Os sonhos têm vozes e sons, e cores e animação, mesmo quando pensamos que eles são mudos...

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Claro que têm cor, e luz e som... e vida e morte e anseio e esperança, e saudade e amor...

são mundos dentro de nós para evocarmos e aprendermos tanto...
beijinho amigo...

Nilson Barcelli disse...

Os sonhos coloridos são sempre os melhores...
Belo poema, gostei muito.
Marta, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Ailime disse...

Olá Marta, mais um poema lindo, muito lindo! Os sonhos são coloridos e embora mudos, porque mostram a esperança no amor. Beijinhos. Ailime