sexta-feira, junho 27, 2014

POEMAS E SENTIMENTOS



Pode o poema adoçar-nos a boca,
repetir-se na pele em êxtase...

Pode o poema provocar-te,
perder-se em sentimentos contraditórios...

Mas não culpes as estrelas,
se não encontrares qualquer sentido na vida...




VIOLIN AND THE RAIN” BY TUAN RAM TRAN


3 comentários:

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

As palavras tocam sempre alguém que as lê, e as tuas tocaram-me. São imensas.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Nilson Barcelli disse...

E porque tudo depende do nosso olhar...
Magnífico poema, gostei imenso.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Marta.
Beijo.

Sofá Amarelo disse...

O poema pode tudo, o poema tem o poder de adoçar a boca e de repetir o êxtase na pele, mas... pode também provocar sentimentos contraditórios onde as estrelas não têm qualquer culpa porque o sentido da vida ainda não se sabe se está... nos poemas!