quarta-feira, junho 25, 2014

ROSA


Há histórias escondidas nas rosas
Na cor das rosas,
no aveludado das pétalas,
até mesmo nos espinhos...
Há paixões, traições,
ciúmes e simples loucura...
E há também o Sol,
por quem a rosa sempre se apaixona
e se deixa morrer...



TELA DE MONTSE CANTI


6 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta

Boa forma de encarar a vida amorosa em poesia.
Bjs

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo, Marta!
Beijos,
Renata

Til disse...

Olha um poema dedicado a mim...

Sofá Amarelo disse...

É claro que há sempre histórias em cada pormenor de uma rosa, e muitas vezes são as próprias pétalas ou os próprios espinhos que contam histórias porque rosa é símbolo de paixão e quem está de bem com a paixão tem sempre histórias para contar...

Graça Pires disse...

Um poema com pétalas de rosa de veludo, de seda, de amor. Os espinhos há que evitá-los parta que não firam os dedos e a alma...
Gostei muito. Um beijo, Marta.

Pérola disse...

Há histórias no ar que respiramos e nas palavras que emanas.

E...há rosas perfumadas por aqui.

Beijinhos