quinta-feira, março 05, 2015

DO AVESSO



Hoje
estou perdida...
E sinto-me
traída pelo tempo...

Estou
apaixonada por uma ilusão...
E qualquer história que conte
será uma história falhada...

Porque o Mundo estará virado do avesso
e sinto-o intolerante...




Tela de Josephine Wall

6 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta, que o mundo está virado do avesso é um fato. E o facto visto e sentido, por poetisa torna-se mais é mais agudo.
Beijos

Sofá Amarelo disse...

O tempo é o maior traidor que existe... ele segue implacável indiferente às ilusões, às histórias ou às paixões... o tempo, mais que o mundo, é intolerante...

DIOGO_MAR disse...

Uma crise existencial, mergulhada num labirinto de dúvidas, aos pés implacáveis do déspota tempo.

http://diogo-mar.blogspot.com/

http://rasgarosilencio.blogspot.pt/

Ailime disse...

Bom dia Marta, magnifico poema que bem retrata a realidade!
A intolerância dói, mas que sejamos capazes de não desistir dos nosso ideais.
Obrigada pelas suas palavras.
Desejo-lhe um dia repleto de tranquilidade!
Beijinhos,
Ailime

Emília Pinto disse...

E com o tempo seguimos nós também virados do avesso, nao conseguindo entender este mundo de hoje. O tempo, esse, corre no seu ritmo não se compadecendo dos nossos sentimentos, das nossas angústias, sucessos. Temos de o seguir e queremos isso, claro, mas....ha alturas em que temos de fazer um grande esforço para sorrir. Obrigada, Marta, pelas palavras tão pertinentes. Beijinhos e tudo de bom.
Emilia

Agostinho disse...

Perdidamente apaixonada por uma ilusão:
fatalidades do amor.