segunda-feira, abril 25, 2016

DESTROÇOS



Percorro os caminhos
que o mar traça na areia nua
E escrevo as histórias
dos destroços que deixa
Para que não fiquem esquecidos no tempo...


DE ROSARIO PORTELLA

6 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Nada deve ficar esquecido no tempo, em especial os caminhos que o mar traça na areia nua...

Carmem Grinheiro disse...

Porque o esquecimento é vil e tira a dignidade ao que merece perdurar na lembrança.

bj amg

Mariangela do lago vieira disse...

Lembranças que queremos ardorosamente guardar!
Lindo demais Marta!
Beijos, uma abençoada semana!
Mariangela

Mar Arável disse...

Não existem bons amanhãs
sem boas memórias

© Piedade Araújo Sol disse...

e que fique sempre na memória
que nunca seja esquecido

:)

Ailime disse...

Boa noite Marta,
Há memorias que se eternizam.
Lindo poema!
Beijinhos,
Ailime