terça-feira, março 15, 2005

TORTURA

FLORBELA ESPANCA – Neurastenia

Chuva... tenho tristeza! Mas porquê?
Vento...tenho saudades! Mas de quê?
Ò neve que destino triste o nosso!
Ó chuva! Ó vento! Ó neve!
Que tortura!
Gritem ao mundo inteiro esta amargura
Digam isto que sinto que eu não posso!!...
Como eu te entendo!
É realmente uma tortura ter que esconder a dor, Florbela!
Morte = libertação!
Mas, Florbela, eu não posso - eu tenho que ficar!
Os outros pouco importa o que pensam e o que dizem- mas, os meus Pais não!

Sem comentários: