sábado, setembro 22, 2007

DESLUMBRANTE

Escrevo-te com o fogo e a água.
Escrevo-te no sossego feliz das folhas e das sombras.
Escrevo-te quando o saber é sabor, quando tudo é surpresa.
Vejo o rosto escuro da terra em confins indolentes.
Estou perto e estou longe num planeta imenso e verde.
António Augusto Rosa (excerto) - Escrevo-te com o fogo e a água

O meu comentário??
Quem não sonha...
... dançar debaixo de chuva ou sentir o fogo da paixão?
O prazer em se amar e se ser amado...
Usufruir das sensações..
dos sentimentos...descobrir-se, idealizar-se...
Olhar-se para além do reflexo do espelho.....................
Surpreender-se e ser surpreendido....
Fazer parte da vida, estar em sintonia...um com o outro...
E com um planeta que deveria ser deslumbrante....

4 comentários:

Sol da meia noite disse...

O teu comentário, Marta, supera a beleza do texto...
Apenas o subscrevo, porque nele está tudo!

Beijinhos!!!

JOSÉ NEVES disse...

Palavras para quê!!!!!! Basta ler e reflectir sobre todos os momentos e sensações descritos, a surpresa terá pois uma constante presença.

Gostei muito deste seu pensamento, parabéns e um forte Abraço.

carla granja disse...

QUE BONITO O K ACABEI DE LER. E QUEM NÃO SONHA NÃO É? ÁS VEZES MESMO K OS NOSSOS SONHOS PAREÇAM IMPOSSIVEI HÁ K SONHAR SEMPRE E KEM SABE UM DIA ELE NAO SE TORNA REALIDADE. SE KISERES VÊM CONHECER A MINHA POESIA :) NÃO É NADA DE ESPECIAL,MAS É O K SEI FAZER. BOM FIM DE SEMANA E BJO
CARLA GRANJA

DE-PROPOSITO disse...

O prazer em se amar e se ser amado...
---------------
Pois é!... Quem não sonha, quem não sofre ilusões. Mas são as leis da vida, as leis que nos impulsionam a viver, a ser perseverantes.
Fica bem.
E a felicidade juntinho de ti.
Um beijinho.
Manuel