sexta-feira, outubro 19, 2007

VALER A PENA

A mim mesmo pergunto, e não atino
Com o nome que dê a essa visão,
Que ora amostra ora esconde o meu destino...

É como uma miragem, que entrevejo,
Ideal, que nasceu na solidão,
Nuvem, sonho impalpável do desejo...
Antero de Quental - A Ideal (excerto)

O meu comentário??
Todos temos um ideal....
raramente se manifesta, se concretiza...
Arranca-nos suspiros,
gritos de raiva e dor contra o destino....
Contra a solidão,
contra sonhos que nunca terão forma.........
Apenas vivem em nós, fazem-nos sorrir....
Porque temos que ter ilusões....
sem elas.........não vale a pena....
Nem sequer olhar as nuvens..............

5 comentários:

Alvaro Gonçalves disse...

Boa noite meu anjo,

É uma boa verdade, todos temos um ideal, e por vezes custa a torna-lo numa realidade, no entanto meu anjo, temos de fazer sempre um esforço para o concretizar, mesmo que seja arrancado a golpes, pois é assim mesmo a vida.
Beijos em teu coração.

Sol da meia noite disse...

Muitas das coisas que não se concretizam, não dependem só de nós...

Bom fim-de-semana!
Beijinhos!

C. disse...

Marta,

Sou sua fã, portanto suspeita para falar da tua escrita.

E como sempre és perfeita!!!



(A)braços e Bom fim-de-semana

http://apontadeumcaminho.blogspot.com

multiolhares disse...

È bom termos um ideal
Lutarmos por atingir algo
Mas como na vida tudo se transforma
A vida também vai transformando os ideais

Beijinhos
luna

ZezinhoMota disse...

Escreves bem e gosto muito de te ler, agora posso pouco escrever depois de tirar o gesso regresso em forma.

Bfsemana

Bjnhs

ZezinhoMota