quarta-feira, maio 28, 2008

FALTA DE NADA

O Amor é uma Companhia de Alberto Caeiro



O amor é uma companhia.



Já não sei andar só pelos caminhos,



Porque já não posso andar só.



Um pensamento visível faz-me andar mais depressa



E ver menos, e ao mesmo tempo gostar bem de ir vendo tudo.



Mesmo a ausência dela é uma coisa que está comigo.



E eu gosto tanto dela que não sei como a desejar.




Se a não vejo, imagino-a e sou forte como as árvores altas.



Mas se a vejo tremo, não sei o que é feito do que sinto na ausência dela.



Todo eu sou qualquer força que me abandona.



Toda a realidade olha para mim como um girassol com a cara dela no meio.




O meu comentário???

Desejar...sentir que se abraça o mundo...

Não nos sentimos sós....

O passo torna-se realmente mais apressado...

Um sorriso mais brilhante aparece.....

Mais intensos os cheiros....

Saciamos os sentidos.............

A paixão alarga-nos o horizonte...

Continuamos sem ser os donos do Mundo....

Somente desses momentos em que não sentimos a falta de nada....

5 comentários:

Só Eu disse...

Andas muito bem por dentro dos "Pessoas". Gosto dos teus comentários.
Continua que Pessoa agradece(se soubesses que o meu nome se confunde com "um" Pessoa...

Jade disse...

O desejo do amor, aquele que todos nós procuramos, seja ele qual for...
O amor é amor...simplesmente amor..
:)
Beijo

BC disse...

Um sorriso mais brilhante aparece!
Creio que sim!
No sorriso v~e-se muita coisa...
:)s

Sol da meia noite disse...

Modos de amar que geram sentires difusos...

Bj *

RENARD disse...

É verdade que quando amamos nos sentimos sehores do mundo. Tudo tem mais cor. Todos os sons comportam melodia. Tudo é belo e nada no arrelia.
Isto acontece quando o objecto de amor não se encontra por perto...
Por quando assim é: o coração acelera desmedidamente, as faces ruborizam, as palmas das mãos ficam molhadas, as pernas tremem. Voltamos a ter 3 anos e as palavras que queremos proferir não saem e ficamos que nem tontos a olhar o outro com uma admiração só guardada a ídolos. Isto do amor tem coisas engracadíssimas...~

Beijos, afectos, sorrisos