domingo, maio 25, 2008

MALDITO MAS


Sou um evadido.


Logo que nasci


Fecharam-me em mim,


Ah, mas eu fugi.



Se a gente se cansa


Do mesmo lugar,


Do mesmo ser
Por que não se cansar?



Minha alma procura-me


Mas eu ando a monte,


Oxalá que ela


Nunca me encontre.·



Ser um é cadeia,


Ser eu é não ser.


Viverei fugindo


Mas vivo a valer.



Fernando Pessoa


O meu comentário???
Viver....descobrindo o prazer na descoberta....
Ideias, lugares, pessoas...
Soltar , defender o que se acredita.......
Evadir-se realmente...
Manter a coerência, a paixão....
Mas, maldito "mas" que atrofia a alma...
Envergonha-nos e mata-nos devagarinho...
Porque não podemos andar a "monte" toda a vida...Ou podemos????

6 comentários:

Sol da meia noite disse...

Perdemo-nos em descobertas, fugindo de nós... tendo medo de nos encontrarmos de novo.
O medo, aprisiona o sentir.
Libertamo-nos, sendo perseguidos pelo tal medo... que nos aprisiona.

Muito bom o post.

Bjs

Edson Marques disse...

Viva o Fernando Pessoa e tudo que ele disse!

BC disse...

E o Fernando Pessoa continua a ser o grande Fernando Pessoa.
No comments
Beijinhos

Martha Barbosa disse...

...manter a coerência, a paixão
mas, maldito "mas" que atrofia a alma..
Adoro vir aqui, sua poesia é certeira no coração de quem lê.
fiz postagem nova, apareça, seu comentário é importante. Um abraço
marthacorreaonline.blogspot.com

Só Eu disse...

Há coisas que só se sentem. Dificilmente se dizem. Acho que estás dentro. Ainda bem!
Já agora Parabens pelo teu aniversário.

Xinha disse...

Olá...

A vida é assim mesmo. Por vezes queremos fugir, e quando fugimos só pensamos em regressar.

Viver é amar cada gesto, cado passo.

Linda, esta sua escolha.

Xi-coração