quinta-feira, junho 12, 2008

HORAS DO DIABO

Nunca a alheia vontade, inda que grata,

Cumpras por própria.

Manda no que fazes,

Nem de ti mesmo servo.

Ninguém te dá quem és.

Nada te mude.

Teu íntimo destino involuntário

Cumpre alto.

Sê teu filho.


Nunca de Ricardo Reis



O meu comentário???



As pessoas têm sentimentos, vontades próprias...



Olhar para dentro antes de olhar para fora...



Revelar-se a si próprio...



Saber o que quer e porque o quer....



Respeitar-se, respeitar os outros e saber, então como agir...



Ouvir...saber ouvir a voz dos outros, mas também a sua...



Porque há as chamadas "horas do Diabo"...



Nem sempre se está preparado....

5 comentários:

Só Eu disse...

Dos "Pessoas" Ricardo Reis é talvez o meu preferido (o das odes...)
Quanto ao comentário estamos coversados (a qualidade do costume)

BC disse...

Poesia é poesia e continuemos com ela.
As palavras, as frases são absorvidas simplesmemte.
Um abraço e os meus sorrisos!!!

Pedro M disse...

Lembrou-me o "Cântico Negro" do José Régio... Já te disse como me impressiona...

Um beijo

RENARD disse...

Marta:

Deixei um post dedicado à tribo. Vai lá tomar um cházinho comigo, vais?

Saudações tribais

Jade disse...

Excelente!!
:)
Um beijo