segunda-feira, setembro 15, 2008

COM AMIZADE

SE EU MORRER DE MANHÃ






Se eu morrer de manhã



abre a janela devagar



e olha com rigor o dia que não tenho.






Não me lamentes. Eu não me entristeço:



ter tido a morte é mais do que mereço



se nem conheço a noite de que venho.






Deixa entrar pela casa um pouco de ar



e um pedaço de céu



- o único que sei.






Talvez um pássaro me estenda a asa



que não saber voar



foi sempre a minha lei.






Não busques o meu hálito no espelho.



Não chames o meu nome que eu não venho



e do mistério nada te direi.






Diz que não estou se alguém bater à porta.



Deixa que eu faça o meu papel de morta



pois não estar é da morte quanto sei.







Rosa Lobato de Faria


O meu comentário???


Memórias...


De uma vida com sentido...


Em que se olhou com prazer....


Ao abrir a janela...


O jardim da casa em frente....


O Sol a bater-nos directamente na cara....


Pensar na alegria de estar a viver mais um dia....


A morte é realmente não estar presente...


Porque se vive no sorriso de alguém que nos lembra....


Com carinho,


com amizade....

6 comentários:

Sol da meia noite disse...

Acho impressionante este sentir: a consciência de que não se vive.
A aceitação deste estado.
O pedido para que a vida siga.

Beijinho *
:-)

Carla disse...

as tuas memórias em palavras dizem tudo...nada mais a acrescentar
beijos

BC disse...

Gosto muito deste poema da Rosinha,embora triste.
Mas do que é feita a vida de alegrias e tristezas.
Passa pela minha rua e talvez venhas mais alegre,tenho um hino ao Amor!!!!!
ISABEL

Só Eu disse...

Olá Marta.
Gosto de muitos poemas da Rosinha (nem todos, nem pouco mais ou menos...)
Tiveste o condão de trazeres textos que fazem parte do lote dos que gosto.
O teu comentário? Sem comentários. Cinco estrelas.
Beijinhos

daniel disse...

Marta

Aprecio Rosa Lobato de Faria. Gostei de rever o poema. Assim como gostei do teu escrito, achei que não só tem a ver com o texto, como se adapta, muito à personagem.

Beijos,
Daniel

Xinha disse...

Achei forte esta escolha, mas igualmente única e interessante.

Acho que ela tem a noção que a vida acabou, mas que enquanto durou...foi bem aproveitada!

O seu comentário acenta na perfeição!

" Porque se vive no sorriso de alguém que nos lembra....!"
- 5*****


xi-coração