quarta-feira, setembro 25, 2013

DELICIOSAMENTE



Nem os sonhos
(os meus)
estão esquecidos....

Nem o Mundo,
por muito que tente,
está invisível...

Tenho saudades de escrever...
Um poema
(deliciosamente)
intimista...




WOMAN AT WINDOW” BY CHAD SOLUS

6 comentários:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

...Talvez assim se comece :)

Um beijinho amigo

Daniel Costa disse...

Marta

Escrever, comunicar, para muitos é como ter saudades de amar.
Beijos

Sofá Amarelo disse...

Para escrever um poema (deliciosamente) intimista, é necessário não esquecer os sonhos, e assim o mundo nunca será invisível...

Ailime disse...

Belíssimo, Marta! E, porque o sonho existe, o poema acontecerá. Beijinhos Ailime

AC disse...

Que a poesia nunca lhe falte, Marta!

Beijo :)

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Um dia, os sonhos virão à tona...serão realizados, um a um e o poema saírá intimista....um poema baseado nos sonhos; será um poema de sonho. Beijinhos. Marta e um bom fim de semana
Emíia