quarta-feira, julho 30, 2008

ABRAÇO COM COR

O teu corpo

é um copo

onde bebo o teu amor.


Os teus seios

uma nuvem

onde nasce a pequena flor.


O teu sexo

uma viagem vermelha

onde o animal encontra a dor.


Os teus lábios

uma música

que perpassa o vitral incolor.


Sinto...

dentro da penumbra

um enorme sol que me cura a dor


Sinto...

as tuas mãos e o teu calor...


Ouço o teu amor...


Fernando Manuel Noivo "O princípio da sedução"


O meu comentário???


Negar???


Que estou seduzida????


Sinto cada uma das palavras...


Ouço cada suspiro....


A doçura....


O calor que arrebata o corpo....


Que dá e recebe....


Esse amor com prazer....


Num abraço com muita cor....

5 comentários:

EboRâguebi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Sol da meia noite disse...

Gostei de sentir este sentir do poeta... tal como do teu "abraço com muita cor"...

Um beijinho *
:-)

Só Eu disse...

Marta
Este Noivo começa a surpreender-me. Bonito este texto. Sensual q.b..
Boa escolha.
Claro que quando enriquecido com um comentário como o teu o texto ganha mais força.
Gostei sim senhora.
Beijinhos

daniel disse...

Marta

Gostei do poema, um poema é também o comentário, que me pareceu extraordinarimente a propósito.
Daniel

RENARD disse...

Martinha:

Dum extremo bom gosto! Se existem textos difíceis de escrever são aqueles sobre o sexo e a sensualidade.
Escolher as palavras certas para não tornar "animalesco" um acto que pode ser de profundo sentimento e completamente extra-corpóreo.
Pode parecer a muitos antiquada esta minhamaneira de passar, mas sou assim mesmo...

Beijos e obrigada pelo chá :)