sexta-feira, setembro 26, 2008

SONHOS DISTANTES

Se em seguida


Encontrar-te num tempo que medido como fugaz instante

em breve fugidio nenhuma ponte iria atravessar,

falaz cambaleando - e para quê saudar-te

Se em seguida a árvore plantada

sem florescer não brotaria em frutos?

Sonho da quebrantada juventude

que nada poderá reatear


António Salvado (Livro "Essa Estória")


O meu comentário???


Saudade eterna???


O mundo medido em instantes...


O palpitar do coração....


Espalhado no olhar....


Com sonhos distantes.....


Apenas sonhos....


Que nos mantém o sorriso....


Jovem, deslumbrante...


E cheio de segredos.....

6 comentários:

Só Eu disse...

Sim. Saudade Eterna.
Boa escolha, bom autor e belissimo comentário.
Obrigado Marta.
Beijinhos, muitos

Je Vois la Vie en Vert disse...

Saudade ? Tenho...de uma visita tua...

Hoje, sinto-me uma "Super Trouper" !

Podes visitar o meu blog se quiseres saber porquê....

Beijinhos verdinhos

Je Vois la Vie en Vert disse...

Obrigada pela tua visita e pelas tuas palavras !
Sinto muito que sofras com a doença da tua Mãe.
Tudo de melhor para ti !
Beijinhos verdinhos cheios de esperança que todo o sofrimento desaparece rapidamente

O Profeta disse...

Medimos o mundo com sonhos...a cada instante...


Doce beijo

Sol da meia noite disse...

Todas as árvores têm o seu tempo para florescer.
Tal como os sonhos têm o seu tempo para acontecer.
Nada acontece fora de tempo...

Beijinho *
:-)

Alexandre disse...

Partir já derrotado? Há sempre uma réstea de esperança...