quinta-feira, dezembro 18, 2008

AUSENTES

Deixo que adormeças na espuma dos meus dedos
E que encostes os teus lábios na fonte dos meus versos.

E assim, dormente, da sede saciada,
Vejo-te pairar por cima dos meus sonhos.

Poema enviado por Só Eu do blog Manhã de Inverno


O meu comentário????




Não quero adormeçer....




Não quero ser só os teus sonhos....




Que me cantes nos teus versos....




Quero que me sintas.....




Os meus lábios salpicados pela espuma.....




Desse mar que te encanta...




E que me veste...




Que te lembra............




Quando acordo com a boca seca....




Pois chorei a noite inteira....




Com saudades desses teus dedos ausentes....




Mas sempre desejosos de mim......




8 comentários:

Só Eu disse...

Marta. Está o máximo. Lindo. Fico sem palavras.
Tenho um orgulho enorme em te ter entre aqueles de quem gosto.
Mil beijinhos (a pairar)
Obrigado
Ricardo

O Profeta disse...

Sabia apenas que era um pequenino naquela longa noite
No celeste um luminoso sorriso me chamava
Lançou-me aos olhos raios de deslumbrante luz
Era a minha prenda, uma brilhante…Estrela Alva…



Um Mágico Natal para ti querida amiga que ao longo deste ano me visitaste. Que a Estrela Alva te ilumine neste Natal.






Mágico beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Marta, belo poema...Excelente comentário...
Beijos

Je Vois la Vie en Vert disse...

Muito bonito !

Je te souhaite un Joyeux Noël plein de charme, de magie, d'amour et de chaleur humaine auprès de tous ceux que tu aimes.

Bisous verdinhos

Deco disse...

Oi Marta! Quanto tempo! Tava com saudades daqui... Belo poema! Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Marta, lindo o poema, o teu comentário ***** !... Beijinhos de muito carinho,
Fernandinha

Alvaro Gonçalves disse...

Boa noite Marta, minha amada amiga, que beleza mais uma vez e seridnidade de sentimentos eu aqui encontro sempre.
Ohh meu anjo nem calculas o quanto és importante para mim, se ao menos eu tivesse palavras suficientes te diria, mas não tenho, por isso te chamo de ANJO em maiusculas para que saibas que não és somente um anjo, mas o ANJo que amo do fundo de meu coração AMIGA.
Queria pedir-te desculpas, por ainda não te ter dito nada sobre o poema preferido, mas sabes, são tantos que amo, que não sei qual mesmo te dizer, pensei sériamente sobre o poema que mais gosto sobre o amor, mas ANJO te digo com a máxima sinceridade que me é dificil dizer, no entanto, vamos fazer algo diferente se me permites, depois me diz se concordas, dar-te-ei o endereço do meu lugar no Recanto das Letras e lá encontrarás alguns poemas meus e se desejares falarás sobre aquele que desejares, ou então dar-te-ei apenas este : COMO TE AMO?

Como te amo? Deixa-me contar de quantas maneiras.
Amo-te até ao mais fundo, ao mais amplo
e ao mais alto que a minha alma pode alcançar
buscando, para além do visível dos limites
do Ser e da Graça ideal.
Amo-te até às mais ínfimas necessidades de todos
os dias à luz do sol e à luz das velas.
Amo-te com liberdade, enquanto os homens lutam
pela Justiça;
Amo-te com pureza, enquanto se afastam da lisonja.
Amo-te com a paixão das minhas velhas mágoas
e com a fé da minha infância.
Amo-te com um amor que me parecia perdido - quando
perdi os meus santos - amo-te com o fôlego, os
sorrisos, as lágrimas de toda a minha vida!
E, se Deus quiser, amar-te-ei melhor depois da morte.

(Elizabeth Barrett Browning )

Que me é muito querido pois tem um significado muito especial para mim.
Bem ANJO por aqui fico com desejos de muita paz e amor nesse teu coração que amo.
Beijos de luz

pin gente disse...

adorei esta palavras
parabéns, r
obrigada, marta